Ações do Setembro Amarelo seguem no Distrito de Planalto do Oeste

92

Os alunos da Escola Municipal Willy Barth do Distrito de Planalto do Oeste, participaram nesta sexta-feira (22) de mais uma ação em favor da vida, realizada em alusão ao Setembro Amarelo. O Pastor Neimar e sua esposa Aline ministraram palestra com o tema “Você é importante”. Além da palestra os alunos cantaram, participaram de dinâmicas e brincadeiras, pintaram os cabelos e realizaram pintura facial, além de ganharem balões amarelos em alusão a campanha. Na terça-feira (19) os alunos do Colégio Estadual do Campo de Planalto do Oeste tiveram a mesma programação.
A iniciativa é uma parceria entre a Secretaria de Educação e Cultura, Secretaria de Saúde, Secretaria de Assistência Social, Escola Municipal Willy Barth, Escola Estadual do Campo de Planalto do Oeste, Pastoral da Criança, Conselho Tutelar e Creas – Centro de Referência Especializado de Assistência Social, as atividades foram realizadas pelas Agentes Comunitárias de Saúde, Fabi e Nelci, com apoio da Diretora da Escola Municipal, Queila Zimmermann, da Diretora do Colégio Estadual, Marli Juan, da Coordenadora do Projeto Viver de Planalto do Oeste, Elizandra, das professoras e de toda a equipe das escolas, da unidade básica de saúde do distrito, do conselho tutelar e do Creas.

SETEMBRO AMARELO
O mês de setembro é conhecido por Setembro Amarelo e traz à luz um assunto muito importante: o suicídio. O movimento do Setembro Amarelo é mundial e ocorre no Brasil desde 2014. Ele tem duração de 30 dias e foi escolhido para acontecer no nono mês do ano, pois o dia 10 de setembro é o Dia Mundial de Prevenção do Suicídio. Ele foi trazido ao Brasil pelo CVV (Centro de Valorização da Vida), CFM (Conselho Federal de Medicina) e ABP (Associação Brasileira de Psiquiatria). O Setembro Amarelo é importante, pois o suicídio ainda é um assunto tabu em nossa sociedade, mesmo levando mais de 800 mil vidas por ano. As pessoas não falam sobre isso, mas não impede que seja uma prática comum.
Em 2014, um relatório da OMS (Organização Mundial da Saúde) apontou que o Brasil é o 8º país com a maior taxa de suicídios do mundo. O estudo ainda afirma que a cada 40 segundos, uma pessoa comete suicídio no mundo. E mais, para cada suicídio bem sucedido, há pelo menos 20 tentativas fracassadas. Porém, dos 194 países da OMS, apenas 60 coletam dados sobre o assunto e apenas 28 têm estratégias nacionais para a prevenção. A Organização Mundial da Saúde lançou outro dado preocupante: o suicídio já mata mais jovens no mundo do que o HIV. É a segunda maior causa de mortes na faixa etária de 15 aos 29 anos, perdendo apenas para acidentes de trânsito.
É necessário falar mais sobre o suicídio e o Setembro Amarelo é um modo de ajudar a dar voz a esse assunto. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 casos poderiam ser prevenidos. É necessário a pessoa buscar ajuda e atenção de quem está à sua volta. A campanha conta também com diversas ações de rua, como caminhadas, passeios ciclísticos, passeios de motos e abordagens em locais públicos em várias cidades do Brasil.

REFLEXÃO
Leia na integra o texto escrito pela Agente Comunitária de Saúde, Nelci Jahn, que também é a incentivadora das ações do Setembro Amarelo no município de Nova Santa Rosa. Texto redigido como forma de reflexão para todos os leitores.
“Quanto vale?
Quanto vale… um olhar
Saber que existo e alguém se importa comigo
Quanto vale… um abraço
A alegria de poder senti-lo
Quanto vale… uma visita
A felicidade do encontro
Quanto vale… um sorriso
Saber que alguém se alegra comigo
Quando valem… as lágrimas
Saber que alguém sofre mais que eu
Quando vale… a solidão
O valor de ter alguém para conversar
Quando vale… a tristeza
A compreensão de um amigo
Quando vale… um amigo
É só perder essa joia rara
Quanto vale… a vida
É sentir a morte chegar.
Valorize a vida, olhe o que existe ao seu redor, a natureza criada por Deus, dê valor aos amigos especialmente quando estiverem em dificuldade.
Valorize dia a dia as pessoas a sua volta, principalmente quem está contigo em casa! Chore suas mágoas, chore com os que sofrem. Mas sorria, seu sorriso pode contagia a outros, saia da sua casa e vá visitar a pessoa que tanto espera sua presença.
Abraçar as pessoas, pois seu abraço pode devolver a esperança de quem já a perdeu, dará uma sensação de bem-estar a você mesmo!
Não custa nada, mas faz uma enorme diferença.
Você vai descobrir o valor da vida e de todas as coisas.
Vale a pena Viver!”.
Autoria: Nelci Jahn.

Com informação,
Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Nova Santa Rosa