Gestão de Sintomas Físicos foi tema do Programa de Apoio ao Bem-estar Docente

204

Relaxamento, postura, consciência corporal e gestão de sintomas físicos no trabalho foi o enfoque da 7ª etapa do Programa de Apoio ao Bem-estar Docente, conduzida pela fisioterapeuta Lana Brandl aos professores e educadores infantis da rede municipal de ensino de Nova Santa Rosa.
De acordo com Lana “sempre fomos ensinados a dar nosso melhor quando se fala em trabalho. Mas em algumas situações isso pode se relacionar a uma baixa qualidade em nossa saúde, pois, muitas vezes, sacrifica-se a saúde às custas do trabalho. Mas já pararam para pensar que quando estamos saudáveis trabalhamos melhor? Dessa forma, justifica-se o fato de ter uma melhor qualidade de ambiente, postura e ergonomia no trabalho”.
Para a fisioterapeuta, “quando há preocupação por meio de órgãos públicos de utilização de recursos para esses fins, os profissionais sentem-se mais valorizados, tem uma qualidade de trabalho melhor e conseguem levar isso para sua vida e de quem os cerca. Colocar programas de aprendizagem para uma consciência corporal e gestão de sintomas físicos sobre o tema ‘trabalho saudável’ dentro das escolas e centros de educação infantil, auxilia professores a trabalhar melhor, aliviando assim o estresse do dia a dia, melhorando e prevenindo dores e qualificando o profissional para fazer suas tarefas de maneira correta e satisfatória”.
O Programa de Apoio ao Bem-estar Docente, idealizado pelo professor Dr. Adelar Sampaio, aborda as dimensões cognitiva, emocional, física e espiritual e enfoca os planos profissional e pessoal do professor com objetivo de prevenir o mal-estar e promover o bem-estar docente.