Representantes da empresa alemã – Me Le Biogás – apresentam programa para Nova Santa Rosa se tornar município modelo em sustentabilidade

145
Planta de bioenergia construída pela Me Le Biogás

Nesta sexta-feira (3) o prefeito de Nova Santa Rosa, Norberto Pinz; vice-prefeito, Noedi Hardt; presidente da Câmara de Vereadores, Chiquinho Schindler; ex-prefeito, Elio Migliorança; vereadores e demais autoridades locais assistiram uma apresentação de proposta para Nova Santa Rosa se tornar município modelo em sustentabilidade. Quem apresentou o programa foram os representantes da empresa alemã – Le Me Biogás – e também cooperados da AMBICOOP – Cooperativa de Produção de Energias Sustentáveis -, Neudi Mosconi e Moacir Vanzzo.

Na ocasião o objetivo foi motivar os nova-santa-rosenses sobre a criação de uma forma eficiente de coleta dos dejetos das propriedades criadoras de suínos e também para a redução de custos na produção. Os representantes da empresa alemã explicaram que a tecnologia usada para criação da energia sustável é originária da Alemanha e a intenção é que ela seja fomentada no munícipio de Nova Santa Rosa.

Conforme os últimos dados oficias divulgados pela Secretaria da Agricultura e do Abastecimento (Seab) a região Oeste do Paraná é responsável por mais de dois terços da produção paranaense de suínos e Nova Santa Rosa se destaca em 4° lugar no Estado como maior produtora em Valor Bruto da Produção (VBP) de suínos de corte. Desta produção restam os dejetos dos animais, e assim para atender essa demanda entra em cena a construção de usinas de Bioenergia, planejada com a utilização de redes coletoras, no mesmo princípio do saneamento urbano. Esta seria uma forma eficiente, para coletar os dejetos das propriedades e também para redução dos custos.

Somado a isso a topografia do município e suas bacias hidrográficas permitem a implementação do saneamento agropecuário com sistema de redes de escoamento dos dejetos até as unidades de tratamento e transformação por declividade, permitindo economia e segurança. Uma visão geral apresentada na reunião mostra que o município permite presumir que três unidades de tratamento seriam suficientes para a gestão e transformação dos resíduos em energia e adubo orgânico.

O prefeito de Nova Santa Rosa, Norberto, se mostrou entusiasmado sobre a possibilidade desta tecnologia ser implementada no município. “É algo para ser muito bem estudado, não estamos fazendo promessas, mas é interessante que a comunidade de Nova Santa Rosa tenha conhecimento desta possibilidade e que juntos possamos pensar na viabilidade de implementação”, comentou o prefeito.

Com informação,
Assessoria de Imprensa e Comunicação da Prefeitura de Nova Santa Rosa.

Prefeitura de Nova Santa Rosa
Avenida Tucunduva, 833.
comunicacao@novasantarosa.pr.gov.br
www.novasantarosa.pr.gov.br
(45) 3253-1144